sábado, 30 de julho de 2011

Pretty in Pink!


Ontem eu estava passeando pelos canais para ver o que estava passando quando me deparo com o "Allan Harper" 300 anos mais novo. hahaha Era no VH1 e lá quase toda hora aparece o nome do programa no canto da tela.. logo apareceu: "Movies that Rock: A Garota de Rosa-Shocking"
Já dava pra ver de cara que era aqueles filmes bem anos 80 pelas roupas e pelos cabelos volumosos, adooro. Como estava no começo, resolvi assistir. Minha conclusão é que as comédias românticas adolescentes dos anos 80 são muuuuuuuuito melhores que as atuais. Tudo bem que não é difícil ganhar das atuais, mas o filme é óootimo, adorei mesmo.
Ele é de 1986. Claro que fui procurar, o Jon Cryer (Allan Harper) tinha 21 anos, mas parece até mais novo, e esse filme foi seu primeiro trabalho de sucesso.
A sinopse não é nada surpreendente e não me faria querer ver o filme:
"O filme mostra o relacionamento de Andy Walsh(Molly Ringwald), uma garota pobre, com Blane McDonnagh (Andrew McCarthy), um garoto rico, e com o apaixonado Duckie(Jon Cryer), que devota sua vida à Andy."
Mas vejam, é muito bom e é lindo, no final tava até chorando.
Ele foi baseado em uma música de uma banda chamada Psychedelic Furs que tem o mesmo nome do filme, Pretty in Pink. Ela toca no fim do filme e escutem aqui, eu gostei da música também, quando ouvi no filme mesmo, e não sabia nem que o nome do filme em inglês era Pretty in Pink.
Aqui está o link do trailer. Não estou colocando os videos porque já tem um que eu quero por e não quero carregar o tópico. Pra terminar o video que eu quero por, que é uma das cenas mais legais do filme, o Duckie dublando e dançando Try a Little Tenderness do Otis, música antigaaa que talveeez vocês conheçam, eu já conhecia.



É isso, recomendo o filme e espero que quem assistir goste. :)

Um comentário:

N. disse...

NÃO TEM NEM DÚVIDAS de que as comédias românticas dos anos 80 são melhores que as de hoje! Não são forçadas, muitas vezes têm coisas surpreendentes ou até engraçadas por serem antigas, são mais puras, mais artísticas. As de hoje são todas iguais, super forçadas e NADA acontece, a gente só fica esperando pro final (casal fica junto), enquanto as antigas dá pra aproveitar durante todo o filme! Vou assistir essa, já que vc recomendou :)